quarta-feira, 23 de abril de 2014

240

Ja somos uns 240 dias.

Sinto o coração em ancora.
Acorrentado, como uma liberdade ao contrário...
Tão rebelde, que é  livre em sua possibilidade de ser presa por próprio querer.

Sou a presa da história
Sou a princesa, e sou a dona do mundo

Com, sou inteira
De ancora e mar, de sorriso e lar.

.
.
Somos o mundo.




2 comentários:

Pamela Werner disse...

boniteza!

Rafael disse...

240 e avante!
<3