segunda-feira, 29 de outubro de 2012

a criança

É preciso limpar os cacarecos da alma
E olhar pro amor.

Deixar ir o que não nos pertence mais
é a primeira sensação de liberdade que uma criança vive.

Viver o amor é ser a criança que doa seus brinquedos.

Um comentário:

Eduardo Bordinhon disse...

"(...)

Beco que nasceste à sombra
De pareces conventuais,
És como a vida, que é santa
Pesar de todas as quedas.
Por isso te amei constante
E canto para dizer-te
Adeus pra nunca mais"

Manuel Bandeira