terça-feira, 27 de outubro de 2009

ensaio sobre a imobilidade





2 comentários:

mano disse...

E se o berço for de tamanho errado, há sempre a caixa do pequeno príncipe.

abraço.

pimlapiel disse...

:)